segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Só amizade

Coisa chata gostar de alguém e escutar:
é só amizade
coisa chata querer alguém
mas tê-la só na amizade
querer beijar alguém
mas é só amizade
querer sair com alguém
mas só se for na amizade

E assim a repetição e a conotação dessa palavra
amizade
ganham um tom de repúdio e anti-romantismo;
o verbo querer se torna o mais rotineiro dos verbos
e o poema se torna o menos inspirador de todos,
demonstrando toda a frustração da palavrinha amizade

E assim,
nada de rimas, nada de metáforas
só anáforas e epistrofes
e um nada poético ponto final.


2 comentários:

douglas disse...

Meio cético este pensamento mas é a pura verdade, já pude vivenciar as duas faces desta moeda e é difícil tanto de um lado como do outro.

Bruna Cunha disse...

Num é?